ACESSO

População trans de Salvador passa a contar com serviço do processo transexualizador

Ao todo 11 hospitais realizam os serviços de atendimento ambulatorial, hormonioterapia e cirúrgico em todo o Brasil

10.07.2018 - 18:25
10.07.2018 - 18:53

[node:title]

O Hospital Universitário Professor Edgard Santos, de Salvador, passa a realizar o processo transexualizador com atendimento ambulatorial, com ações de acompanhamentos clínico, pré e pós-operatório e de hormonioterapia. A habilitação foi anunciada na Portaria Nº 2.051 do Ministério da Saúde, de 6 de julho.

Com a habilitação do hospital Salvador, a população trans passa a contar com  11 estabelecimentos do Sistema Único de Saúde  que oferecem o serviço em todo o país, sendo cinco para atendimento ambulatorial e cirúrgico – Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiânia e Porto Alegre – e seis para modalidade ambulatório em Salvador, Uberlândia, Rio de Janeiro, São Paulo, Vitória e Curitiba.

O Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para a transferência mensal dos recursos financeiros ao Fundo Estadual de Saúde da Bahia.  O Processo Transexualizador no Sistema Único de Saúde foi instituído em agosto de 2008.

Acesse aqui a Portaria que habilitou o Hospital Universitário Professor Edgard Santos

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV