MEMÓRIA

DIAHV lamenta o falecimento do psicólogo e escritor João Nery

Ativista era o primeiro homem trans a realizar cirurgia de redesignação sexual no Brasil; estava prestes a concluir livro sobre a vida das pessoas trans na terceira idade

26.10.2018 - 21:29
09.11.2018 - 17:15

[node:title]É com tristeza que a equipe técnica do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV), recebeu a notícia do falecimento do psicólogo,  escritor e ativista, João Nery. Ele faleceu na tarde desta sexta-feira (26), aos 68 anos, de câncer, no Rio de Janeiro.

Símbolo do ativismo trans no Brasil, foi o primeiro homem trans a se submeter à cirurgia de redesignação sexual no Brasil, em 1977, na época em que o procedimento era considerado ilegal.

Em setembro de 2018, anunciou em sua conta no Facebook que o câncer que enfrentava no pulmão, descoberto em 2017, havia atingido o cérebro. No texto publicado na rede social, Nery falou em tom de despedida e destacou a importância da militância e da união das pessoas em prol de uma causa.

Nery estava prestes a concluir o livro “Velhice Transviada”, em que contaria a vida das pessoas transgêneros na terceira idade, mas ressaltou que “não sabia se estaria vivo para o lançamento da sua obra”. Já havia publicado o livro “Viagem Solitária – Memórias de um Transexual 30 Anos Depois”, que inspirou a personagem Ivan, da novela “A Força do Querer”, de Glória Perez, exibida na Globo em 2017.

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV