Perguntas frequentes

Mostrando 1 - 10 de 62

O instrumento utilizado para o controle das dispensações de antirretrovirais (ARV) é o Formulário de Solicitação de Medicamentos e o Sistema de Controle Logístico de Medicamentos (SICLOM).

Para uma dispensação de 30 dias, a pessoa retira os medicamentos ARV para um mês de tratamento. Por outro lado, o SICLOM permite, a qualquer momento, realizar outra dispensação dentro do período de 22 dias, contados a partir da última dispensação. No entanto, o sistema emite um alerta, informando que o paciente está vindo antes do período previsto. Nesse caso, o farmacêutico/dispensador irá analisar se procede ou não à dispensação dos ARV.

Cumpre ressaltar que as orientações para controle logístico são repassadas a todos os estados e, estes, por sua vez, as repassam às Unidades de Dispensação de Medicamentos (UDM). Por outro lado, os estados/municípios/UDM possuem autonomia para o gerenciamento local, em consonância com o processo de trabalho interno, a exemplo do fluxo de logística, disponibilidade de estoque, análise clínica/laboratorial do paciente, dentre outros. Nesse sentido, é fundamental verificar junto ao serviço de saúde ao qual a pessoa esteja vinculada quais são os procedimentos internos de dispensação.

 

 

Como eu posso saber se tenho aids? É o teste que vai dizer se você tem ou não hiv. Ele detecta os anticorpos contra o hiv e é feito em menos de 30 min. Você vai em qualquer posto de saúde ou CTA e eles fazem rapidinho, com sigilo e orientação garantidos.

É quando a pessoa se torna reagente para o hiv. Tipo, é quando ela sai do status de negativo para o status de positivo para o hiv.

Vamos lá: janela imunológica é o período entre a infecção e a produção de anticorpos pelo organismo contra o HIV em uma quantidade suficiente para serem detectados pelos testes, como o teste rápido. O que isso quer dizer? Por exemplo, se uma pessoa se testou dias depois de ter transado sem camisinha, pode apresentar resultados negativos nos testes, mesmo tendo se infectado. Isso porque, se o teste é feito durante o período da janela imunológica (30 dias), há a possibilidade de que ele apresente um falso resultado negativo. Portanto, é necessário esperar no mínimo 30 dias para realizar o teste. Caso o resultado seja negativo, e permanecer a suspeita de infecção, refaça o teste em 30 dias. Nesse período, não esqueça de também se proteger!

Vc pode se testar em qualquer unidade de saúde ou centro de testagem e aconselhamento (CTA) perto de vc. O teste é rápido e demora menos de 30 min. Ah, e vc tem o direito de ser bem atendido! Se houver qualquer discriminação, denuncie ligando 136! Sugestão: enviar endereço na sua cidade onde a pessoa pode se testar.

Você tem o direito de ser atendido com qualidade e sem discriminação pela sua orientação sexual ou identidade de gênero, em qualquer serviço de saúde! Se você foi mal atendido, é um direito seu denunciar! Você pode ligar tanto para a ouvidoria do SUS, discando 136, como para o disque denúncia, discando 100. Relate o que aconteceu nessas ligações e elas serão encaminhadas aos órgãos responsáveis. Não deixe passar!

Dica: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secreta...

A realização dos testes de hiv, sífilis e hepatites é de responsabilidade do serviço de saúde, é gratuito e é seu direito! Se o local não dispõe desses testes, deve te encaminhar para onde são feitos. Se vc não conseguiu se testar nos lugares a que foi ou se sentiu discriminado em qualquer situação, ligue para 136 ou disque 100 e relate o q houve!

Dica http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secreta...

A camisinha continua super importante pra se proteger do hiv e outras ist na hora do sexo, isso é fato! Além disso, é distribuída de graça. Mas calma! Se vc tem problemas com a camisinha, pense nessas possibilidades: existem camisinhas que não são feitas de látex e que são mais finas, vc pode se dar bem com elas! Além disso, hoje em dia temos vários métodos de prevenção que podem te ajudar: vc pode tomar a pep em caso de uma situação sexual de risco e pode se testar de 3 em 3 meses para ter certeza que está bem. Não esqueça que esses métodos também são aliados importantes!

A camisinha é a maneira mais prática de se proteger contra o hiv/aids, as hepatites virais e as infecções sexualmente transmissíveis (ist), como a sífilis e a gonorreia. Use e descarte corretamente o preservativo. Se a camisinha “estourou” ou você transou sem camisinha, pode ser necessário o uso de profilaxia pós-exposição de risco ao hiv, conhecida como pep. Informe-se na unidade de saúde mais próxima.

No Brasil, as camisinhas feminina e masculina e o gel lubrificante são distribuídos gratuitamente em unidades de saúde, albergues, centros de atendimento ao turista e outros.